Casquete, mantilha e véu – o que faz a sua cabeça?

Jóias e Grinaldas - Série Consultoria de Estilo

Você sabe qual a diferença sobre esses acessórios de cabeça – casquete, mantilha e véu – que ajudam a compor o look da noiva? Porque entendendo o que é cada um, fica mais fácil escolher o que melhor combina com o seu vestido e gosto pessoal. Estes são os acessórios que podem ou não complementar outros acessórios de penteado, como grinalda, fascinators, flores, tiaras, coroas e etc. Os arranjos de cabelo e suas nomenclaturas também rendem assunto para um próximo post. 😉

A casquete é uma versão menorzinha de um chapéu e é usada de lado na cabeça. Para quem vai organizar um casamento com pegada retrô ou vintage, e apostar num visual antiguinho, ela se encaixa perfeitamente! E ainda pode ser adornada com um voilette, aquele véu de trama bem aberta que cobre um pequeno pedaço do rosto da noiva e é super vintage. Aliado a plumas e e flores, a casquete pode ganhar ares mais moderninhos e se confundir com fascinators, mas a estrutura chapeleira da casquete é a que a classifica como tal. Ela tende a ser mais durinha e maior, inspirada em um chapéu de verdade.

casquete alegria barbara heliodoracasquete
Fotos: 1 e 2 – Bárbara Heliodora | 3 e 4 – Fontes não identificadas

A mantilha foi sucesso entre as mulheres nos anos 20. Linda, traz todo um ar de romantismo e delicadeza para as noivas, além de certo tradicionalismo e elegância. Por ser rendada (toda ela ou apenas na borda) e mais pesada que os véus tradicionais, em geral a mantilha é presa mais perto do rosto. Mas nada impede que ela seja colocada como um véu, desde que com uma grinalda um pouco mais resistente e bem firme no penteado.

mantilha rosa clara 2 mantilha pronovias véu style me pretty
Fotos: 1- Rosa Clara | 2- Style me Pretty | 3- Pronovias | 4 e 5- Rosa Clara | 6- Style Me Pretty | 7- Outerinner

O véu é, sem dúvida, a primeira escolha de muitas noivas. Principalmente porque hoje a oferta de detalhes e incrementos para os vestidos é muito grande e a maioria prefere focar a atenção em um detalhe só. Se o vestido for muito trabalhado, um véu liso de tule pode casar muito bem! Os véus podem ser longos, médios ou curtos (na série consultoria de estilo eu falei muito sobre eles, relembre aqui) e a escolha deve levar em consideração o seu estilo e o estilo do casamento.

véu via style me pretty (Conflito de codificação Unicode)
Fotos: Style Me Pretty | Internovias

Agora que já esclarecemos as diferenças sobre os três acessórios de penteado de noiva, algumas dicas para ajudar vocês na escolha:

1 – A primeira dica é a mais importante: você deve escolher o acessório de acordo com o seu estilo pessoal. Não adianta investir em uma mantilha toda trabalhada na renda se você é minimalista e todo o seu casamento segue essa tendência. Se você for moderna e seu casamento multicolorido, por que ser clássica no cabelo?

2 – A casquete já foi tendência, muito usada nos anos 20, e hoje aparece forte em casamentos com perfume antiguinho. É ideal para noivas com rosto mais afinado, mas se bem posicionada e com o penteado certo, fica perfeita em qualquer tipo de rosto. Um coque volumoso na mesma lateral da casquete é romântico, vintage, mas com toque de modernidade. O horário do casamento também deve ser levado em consideração. As casquetes combinam mais com eventos diurnos, ao ar livre, e não casam com uma noiva clássica, que troque alianças em uma igreja com nave comprida.

3 – O véu é o maior dos clássicos! Eu mesma me casei de véu e não abriria mão – só me senti noiva com ele. O véu vai bem com qualquer tipo de rosto e corpo. Só é preciso decidir sobre o tamanho e o conforto. Mas também é verdade que o véu longo é perfeito para casamentos clássicos, com pompa e circunstância. Na maioria dos casos, independente do tamanho, o véu é liso e feito de tule. Mas atualmente há uma forte tendência de véus mais elaborados e com algumas aplicações. Nesse caso é melhor avaliar se o vestido já não contem informação suficiente e só depois decidir pelo modelo que mais agrada você.

Para ver as diferenças entre os tipos de véu e qual comprimento usar, não deixe de conferir o post “Véu: usar ou não?” da série de Consultoria de Estilo aqui do blog, clicando aqui! 😉

Até às próximas dicas!

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta